Monday, 22 September 2014

A História do Mascot do Rolls-Royce

Originalmente chamado de "Spirit of Speed", o mascote "Spirit of Ecstasy" como é agora conhecido,  surgiu no topo de um radiador do Rolls-Royce pela primeira vez em 1911.

A inspiração para o Spirit of Ecstasy tem origem no mascote encomendado pelo segundo Baron Montagu of Beaulieu. Ele pediu a seu amigo, o artista Charles Sykes, para criar um mascote para seu Rolls Royce 1909. Este mascote foi inspirado por Eleanor Thornton, secretária e amante do Barão.

Usando Eleanor como modelo, ele produziu uma estátua de uma jovem com vestes esvoaçantes segurando o dedo indicador sobre os lábios. Este mascote  foi chamado "The Whisper" (o Cochicho) e tornou-se o ícone dos Rolls Royces da família Montagu.
A criação de Charles Skyes evoluiu no famoso mascote Spirit of Ecstasy e foi registrado pela primeira vez pelo artista em 06 de fevereiro de 1911.

Rolls-Royce Claude Johnson (conhecido simplesmente pelo nome de Rolls-Royce) descreveu como Sykes tentou explicar a sua concepção: "o Spirit da Ecstasy selecionou viagens rodoviárias como seu prazer supremo ... ela está expressando seu prazer com os braços estendidos e sua visão fixa na distância."

O Spirit of Ecstasy também é apelidado "Nelly in her Nighty".  Até 1914 eram todos cobertos em prata,  mas agora são feitos de aço inoxidável,  embora estatuetas de prata e ouro ainda podem ser encomendadas.

Atualmente, Rolls-Royces estão equipados com estatuetas retráteis que ao toque de um botão podem ser levantadas ou abaixadas para proteger “Nelly” de roubo ou danos.
Tragicamente, Eleanor nunca viu o sucesso mundial da estatueta.

No dia 30 de dezembro de 1915 o navio de passageiros P & O Pérsia estava a caminho da Índia com 500 passageiros a bordo, entre eles Lord Montagu de Beaulieu e Eleanor Thornton,  quando foi torpedeado por um submarino.  Montagu sobreviveu e foi salvo depois de vários dias à deriva em um bote  salva-vidas,  mas Eleanor afundou com o navio, seu corpo nunca foi encontrado.

No comments:

Post a Comment